Curiosidades

Crochê ajuda pacientes com depressão

  Terapia em Grupo Crochê com Alegria

Terapia em grupo em uma Unidade de Saúde da Família de Lucas do Rio Verde, voltada para mulheres com sinais/ sintomas de depressão. Foi montado um grupo para aprender a fazer crochê, onde as mulheres se reúnem semanalmente, e o espaço é aproveitado para discutir e orientar sobre doenças, promovendo saúde e combatendo a depressão!

Dados da Experiência

Local da experiência:
Lucas do Rio Verde (MT)
Âmbito da experiência:
Qual foi a experiência desenvolvida? Sobre o que foi?:

Diante de inúmeros casos relacionados à depressão, surgiu a ideia de fazer um grupo de terapia ocupacional para as mesmas, assim surgiu o grupo de Crochê com Alegria, sendo que as mulheres foram convidadas para aprender a fazer crochê num primeiro momento, seguindo posteriormente com outros trabalhos manuais.

Preferimos no primeiro encontro não falar nada da doença em si (depressão), deixamos todas a vontade descontraídas e interessadas em aprender o crochê, essa foi a “arma” encontrada para atrair esse publico até nós, pois em outro momento foi tentado trazer as mesmas para palestras com assuntos relacionados e a adesão não foi boa.

No segundo encontro foi iniciado conversas com assuntos voltados a promoção da saúde, como saúde bucal e auto exame de mama, sempre deixando elas à vontade e dando ênfase maior ao crochê.

Nos encontros, que são todas as semanas, na quarta feira à tarde na unidade, todas as participantes são alegres, interagem uma com as outras, as mesmas já pediram que tivesse mais que um encontro na semana, mas devido o cronograma dos outros grupos da unidade, no momento não sera possível.

Como funciona(ou) a experiência?:

Lucas do Rio Verde é uma município do Norte mato-grossense, localizado à 340km da capital. Possui atualmente 51940 habitantes (SIAB, 2013). Com uma população flutuante e em franca expansão econômica, o que reflete um crescimento de 12% ao ano. Em 2006 a BRF, o maior frigorifico de aves da América Latina, se implantou no município, empregando aproximadamente 6000 pessoas vindas de todas as regiões do pais.

No setor saúde, o município encontra-se em Gestão Plena do Sistema desde 04/2008 (Resolução CIB/MT 017, 17/04/08), com a homologação do Termo de Compromisso de Gestão Municipal. Adotou o modelo Saúde da Família para organização da Atenção Básica, cobrindo 100% da população. Conta hoje, com onze ESF na área urbana, uma rural (cinco micro áreas); duas Equipes de Saúde Bucal (ESB) em módulo II, oito em modulo I, e para dar cobertura às áreas descobertas pelo PSF conta um PACS com 12 micro áreas.

O PSF III – Menino Deus é uma unidade de saúde da família atualmente responsável por atender 1270 famílias, distribuídas em 07 microáreas, totalizando 3827 pessoas. Essa unidade vinha ha um certo tempo discutindo um problema recorrente nos usuários: a “depressão”, principalmente nas mulheres, com sintomas de humor deprimido, perda de interesse ou prazer e isolamento. Dessa forma, durante reunião de equipe foi resolvido fazer um levantamento desse publico/problema, onde foi constatado que a maioria dessas mulheres tinham como ocupação afazeres do lar.

Diante de inúmeros casos relacionados à depressão, surgiu a ideia de fazer um grupo de terapia ocupacional para as mesmas, assim surgiu o grupo de Crochê com Alegria, sendo que as mulheres foram convidadas para aprender a fazer crochê num primeiro momento, seguindo posteriormente com outros trabalhos manuais.

Preferimos no primeiro encontro não falar nada da doença em si (depressão), deixamos todas a vontade descontraídas e interessadas em aprender o crochê, essa foi a “arma” encontrada para atrair esse publico até nós, pois em outro momento foi tentado trazer as mesmas para palestras com assuntos relacionados e a adesão não foi boa.

No segundo encontro foi iniciado conversas com assuntos voltados a promoção da saúde, como saúde bucal e auto exame de mama, sempre deixando elas à vontade e dando ênfase maior ao crochê.

Nos encontros, que são todas as semanas, na quarta feira à tarde na unidade, todas as participantes são alegres, interagem uma com as outras, as mesmas já pediram que tivesse mais que um encontro na semana, mas devido o cronograma dos outros grupos da unidade, no momento não sera possível.

As atividades iniciaram no dia 19 de Junho, mas já podemos constatar a diminuição do numero de consultas médicas dessas participantes, a melhora da auto estima e também a interação das mesmas fora do grupo, sendo que algumas estão se reunindo para fazer o crochê com suas vizinhas, visto que no inicio as mesmas relataram que não gostavam de sair de casa. Conseguimos também diminuir a distância entre paciente/profissional, pois os mesmos participam junto com elas da terapia ocupacional, formando assim um grande grupo.

Portanto nesse período curto de experiencia fica claro o entusiasmo das participantes com o trabalho desenvolvido, bem como a cada trabalho de crochê concluído por elas uma vitória pessoal realizada.

Desafios para o desenvolvimento:

O maior desafio foi atrair as mulheres, após o inicio, a divulgação “boca-a-boca” aumentou a procura e hoje não há dificuldades.

Quais as novidades?:

A experiencia ajudou no sentido de aproximar a equipe da população e a própria comunidade, pois depois dos encontros as mulheres acabam por estender as rodas de conversa e amizades além do PSF.

Autores da experiência

NomeCategoria
Fernanda Roberta BambergEnfermeiro
Laura AnffeMédico
Franciele Silvia de CarloEnfermeiro

Atores da experiência

NomeCategoria
Loivir Mori ZaltronTécnico de Enfermagem
Alessandra Pereira MartinsTécnico de Enfermagem
Fernanda Roberta BambergEnfermeiro
Laura Janaina de Mattos AnffeMédico
Maria Helena da Silva DaroldAuxiliar Administrativo
Daniela Jacobsen GrandoCirurgião Dentista
Caroline CopiniAuxiliar de Saúde Bucal
ZULMA GALANT GUBERTAgente Comunitário de Saúde
VALDIRENE TEGON DAL PONTEAgente Comunitário de Saúde
MARISTELA LUCIA TESTA PALUDOAgente Comunitário de Saúde
MARIA TEREZA SANTE BENATTIAgente Comunitário de Saúde
Galeria de imagens:

Fonte:.http://atencaobasica.org.br/relato/6654

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Click to comment

Deixe uma resposta

Most Popular

To Top